sexta-feira, 16 de abril de 2010

O lendário cavalo







Eis em um sonho
Os sons de galopes enérgicos
Surgiam nos campos nebulosos
Libertos nada temiam

Da sombria campina
Cavalos selvagens diligentes
Cortavam o vento
Velozes por exelência

Fitei meu olhos em um olhar
Do lendário encantador
Desejei sua liberdade
Hesitou, mas persisti

Esperei por muito tempo
Para que nele eu pudesse voar
E quando em mim confiou
Sem escolhas, despertei.

Amicha

1 comentários:

Verdadeira Diva - Carol disse...

Oi flooor.... Lembra de mim? rsrsrs... Pois é, andei sumida, mas agora eu voltei. E estou passando pra te convidar pra conhecer o novo Cantinho a Dois, e para vc levar o link-me e o award novo. Espero que goste. Beijosss...

Postar um comentário

 

©2009 Amichta